Mini horta

Horta para todos

turma

Imagine uma horta, onde terá a oportunidade de cultivar vitaminas, sais minerais e fibras em casa tão indispensável ao organismo. A idéia esta ai, e partiu da turma Inf 311 que pesquisou e pensou em propor algo que fosse feito de maneira ecologicamente correta.

A INF 311 descobriu que as garrafas PET, que demoram mais de 100 anos para se decompor na natureza, poderiam ser reutilizadas para servir de suporte no cultivo de hortas em pequenos espaços.

Os temperos são muito fáceis de cultivas e crescem rapidamente, por eemplo: cebolinha, pimenta, geranium, menta, salsa, tomilho, hortã, alface, coentro etc.

Estamos falando daquelas garrafas de material Pets, isso mesmo, as garrafas pets, cujo material pode ser encontrado de graça e aproveitado para o cultivo.

Pressas em muros e paredes ou apoiadas em suportes de diferentes materiais com terra boa, e luminosidade, dessa maneira, você terá seus temperos favoritos, que além de proporcionar aquele sabor todo especial aos seus pratos, ainda decora o ambiente...

"Então, vamos juntos, mãos a obra..."

Topo

Atenção para as dicas:

  • horta caseiraCorte as garrafas Com o estilete, faça uma abertura de 13 por 20 centímetros nas três garrafas. Duas delas, que servirão de jardineiras, devem ser furadas na parte de baixo para que a água escorra (foto). A terceira garrafa terá a função de armazenar a água excedente da rega.

  • Prepare a terra

    Misture três partes de terra com duas de esterco de gado bem curtido, que não tem cheiro como o de galinha. Coloque a terra em duas garrafas, plante as sementes e regue.

  • Evite a água parada

    turmaColoque areia na terceira garrafa, que funcionará como prato. Assim, você impede que surjam na água focos de mosquito da dengue.

  • Pendure a horta

    Escolha uma parede em que bata bastante sol e fixe os suportes, deixando 20 centímetros de espaço entre um e outro. Pendure as jardineiras a uma altura que permita às crianças ver as plantas.

Topo

Garrafas PET - Idéias Brilhantes

Saiba mais...

“A Garrafa PET”, é uma invenção que deu certo em termos econômicos e mas vem trazendo uma dor de cabeça, quando se pensa em degradação do Meio Ambiente. Buscar alternativas para sua reutilização tem sido um esforço da sociedade. Uma boa idéia é utiliza-la para o plantio de vegetais em pequeno espaço.

O plástico das PETs é feito de poliéster (derivado de petróleo) e demora até 100 anos para se decompor . São produzidas atualmente, por mês, 370 Toneladas no Brasil, das quais apenas 50% vão para reciclagem (o restante vai parar nos córregos e rios e nos lixões), ocupando 20% do volume dos lixões atualmente.

Felizmente já existe uma tímida iniciativa para conscientização da sociedade, no sentido de separar os resíduos domésticos. Em cada Estado, no Brasil, existem cooperativas de catadores que já começam a perceber que a PET pode gerar renda e, com isso, esperamos que o volume de garrafas plásticas descartadas nos lixões diminua substancialmente, assim como ocorreu com as latinhas de alumínio.

Para quem quer aprender um pouco mais sobre o novo universo possível para o plástico que iria parar no canal perto de nossa casa, convido a fazerem parte conosco desse projeto usando garrafas PET, do CEFET Química - Turma Inf.311;

“Horta Caseira, Uma Fonte de Saúde e Economia em sua Casa”.

Topo

Confecção de mini-hortinhas com garrafas pets

Materiais necessários:

  • garrafas pets
  • tesoura e estilete
  • terra
  • mudinhas ou sementes
antonio

Procedimentos:

Deite a garrafa pet e corte um dos lados da "barriga" da garrafa, sem atingir o fundo nem a boca da guarrafa. Faça pequenos furinhos no fundo e coloque terra.

Em seguida, plante as sementes ou mudas e é só cultivar com cuidado.

Como suporte podemos usar caixa de ovos para que não fiquem diretamente no chão e, de tempos em tempos, estes suportes poderão ser substituidos, pois podem apodrecer com a umidade que escorre do excesso da água pelos furinhos da garrafa.

O modelo aqui proposto, com vasos feitos de garrafas PET, possibilita cultivar temperos, como salsinha e cebolinha (foto), ervas medicinais e flores, todas plantas com pouca raiz. Embora seja uma horta compacta, seus produtos podem ser consumidos. Aproveite-os no enriquecimento de seus pratos.

marcio

Topo

Curso: Técnico em Instalação e Manutenção de Computadores (INF 311)